O Brasil visto pelos olhos de …um italiano

Bom, para encerrar 2014 com chave de ouro, o Inqueitude Brasileira entrevistou um estrangeiro que ama o Brasil e escolheu nosso país, mas especificamente a Bahia para viver. Como já conhece o país há bastante tempo, já tem consciência de suas qualidade e defeitos, tendo em vista já ter passado por muitos perrengues e por prazeres que só os brasileiros entendem. 

Melhor ler a entrevista e descobri o que esse ítalo brasileiro pensa da Terra Brazilis


 

Tatoo Brasil x Itália/ Luigi Sebastiani

Nome e idade
– Luigi Sebastiani, 43 anos

Terra Natal
– Itália

Lugar em que mora atualmente e há quanto tempo.
-Salvador, Bahia. Moro há quatro anos. Antes ficava tinha que ficar por um tempo e sair do Brasil.

Mora com quem?
– Fabrícia Mirella Cruz, minha namorada.

 Tem filhos?
– Não tenho filhos

Já morou em outros lugares antes?
– Sim, Lima no Peru, por dois anos.

Teve dificuldades quanto a visto? Quais?
– Muita dificuldade, impressionante. Aqui no Brasil não tive informação correta, uma pessoa fala uma coisa e depois outra. Ainda não está organizado bem para estrangeiro que vem a este país.

Do que sente mais saudade de sua terra natal?
– Fora a comida que é uma coisa normal, a qualidade de vida.

O que acha mais interessante do local/ pessoas onde mora atualmente?
– O clima é perfeito e a alegria das pessoas

O que considera mais estranho/engraçado em termos de comportamento do local ou das pessoas daí?
— As pessoas não são pontuais. Não dão muita importância para horário para almoço ou para jantar. A maioria não fica sentada comendo junto. No entanto, quando se acostuma, fica até engraçado viver assim..rsrs

Já precisou de atendimento médico? Como foi?
– O atendimento é ótimo quando é pago, o privado. O normal (público) nunca fui.

Qual o meio de transporte que costuma usar?
– Carro porque tive uma experiência de ônibus que foi horrível. O motorista parecia não saber dirigir, não funciona ar condicionado, muito cheiro de suor de outras pessoas.

Como é a segurança pública onde mora?
-Difícil ver se tem segurança, se eu fui assaltado em casa. Chamei a polícia, chegou depois. Ninguém aqui se preocupa com os outros.

Em algum momento sofreu discriminação por ser estrangeiro (a)?
– Ainda sofro isso por que aqui estrangeiro é chamado de Gringo, o preço das coisas  é maior . A demora também para documento para estrangeiro, infelizmente é assim.

O que te inquietava e te fez decidir mudar de país?
– Primeira coisa quando estava na Itália eu pensava que se tratava de um paraíso, um país tropical como o Brasil. Primeira coisa o clima e gostava de mar, sendo surfista era perfeito para mim. Sol todo ano e onda sempre.

Você trabalha com o que?
– Atualmente trabalho com Importadora Italiana de Vinho, sou vendedor e administrador daqui pela empresa que estou trabalhando.  

A necessidade com toda certeza, faz-nos desenvolver habilidades antes desconhecidas. Acha que a mudança de país fez desenvolver em você algum talento antes desconhecido? Qual?
– Aqui é um  país para poder fazer muitas coisas . Graças a Deus, a minha experiência também que tenho trabalhando em outros países fora da Itália aqui fazer uma coisa nova dá sempre certo.

Considera-se uma pessoa inquieta?
– Parado não. Eu viajo muito. Só no Brasil morei em vinte apartamentos.

Sabe a língua local? Considera importante?
– Sim, sei o baiano. Sim é a coisa principal para conseguir fazer alguma coisa.

Sabe falar mais alguma língua?
– Eu falo além do italiano e o português, o espanhol.

Conhece muita gente do seu país de origem onde mora atualmente?
– Muita gente, impressionante .

Como foi a adaptação ao país que vive? Tem amigos?
– A adaptação foi perfeita para mim, mas para fazer amizade aqui não é muito fácil.

Sua visão de mundo mudou após essa mudança de vida?  Qual foi a diferença?
-Mudou muitíssimo , pois não pode ter a mesma coisa em outro país que você tem no seu. Cada país é diferente e tem um modo de viver diferente.

Você acha que o Brasil é um bom lugar para se investir? Acha que dá para montar um negócio e ganhar dinheiro aqui?
– Ótimo para investir. Brasil é um país muito bom para ganhar dinheiro com todo o negócio, o importante é ser feito com profissionalismo.

Como é custo de vida de onde mora?
– Onde moro é o mais caro do mundo, pois não tem qualidade no que você paga.

Tem alguma dica para quem deseja morar aí? Qual?
– Se armar de muita paciência, mas a beleza do país, a natureza e o clima fazem esquecer todos os problemas.

Pensa em morar em outro país diferente? Qual?
– Atualmente eu penso na América Central, Jamaica, Colômbia, Miami.

Pensa em voltar para sua terra natal?
– Com certeza, como todas as pessoas. Acho que querem voltar sempre.

Quais são seus planos para o futuro?
-Melhorar minha vida, sempre melhorar, para frente.

O Inquietude Brasileira se despede por aqui e deseja a todos um 2015 com muita paz, solidariedade, saúde e amor. Um Grande Beijo

Sê o primeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *